quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Votação do projeto Pontal é suspensa novamente

O presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Sebastião Melo (PMDB), decidiu na tarde desta quinta-feira (30/10), com a concordância dos integrantes da Mesa Diretora e das lideranças partidárias, desmarcar a votação do projeto Pontal do Estaleiro, prevista para ocorrer no próximo dia 12 de novembro.

Segundo Melo, a medida foi tomada após seu colega Beto Moesch (PP) ingressar com um novo mandado de segurança na Justiça, com o objetivo de suspender a votação do projeto no Legislativo. A votação ficará paralisada até que haja uma decisão preliminar da Justiça sobre a matéria. Na terça-feira (28/10), a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RS revogou liminar que impedia a votação do projeto na Câmara. Moesch defende que a proposta é prerrogativa do Executivo, e não do Legislativo.

Melo justificou a decisão como forma de evitar expectativas em relação à votação, que poderia acabar novamente postergada, caso haja nova suspensão judicial. "Devido ao debate instaurado na Cidade acerca do projeto do Pontal do Estaleiro, a marcação da sua votação deverá ser efetuada somente após o encerramento da fase preliminar das ações em curso", afirmou o edil.

Foto: Elson Sempé Pedroso/CMPA

Um comentário:

  1. Foi uma alegria ver a moçada da Ufrgs na Câmara, defendendo a Orla do Guaíba, essa área tão significativa ambientalmente e tão característica e identificadora de Porto Alegre. Tomara que mais jovens se juntem a esses, trazendo uma energia boa e lembrando que eles são os herdeiros das coisas boas ou más que nós, das gerações anteriores, fizemos.
    Quem sabe com a participação dos estudantes, sempre a vanguarda no inconformismo e na fidelidade aos ideias, Porto Alegre continue sendo citada por seu pioneirismo na área ambiental - fama essa que está bastante precária atualmente.
    Parabéns, moçada!
    Janete - Movimento Petrópolis Vive

    ResponderExcluir