quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Em defesa da ORLA do Guaíba

A ORLA do Guaíba é um espaço que faz parte da identidade paisagística, de lazer e de cultura de Porto Alegre. Sua preservação ainda não está garantida para as futuras gerações. NÃO ao projeto Pontal do Estaleiro!!!

O projeto prevê a construção de um complexo arquitetônico (6 prédios) de 60 mil metros quadrados na área do antigo Estaleiro Só. Cada prédio terá volume igual ao nosso Hospital das Clínicas.

1 - Questão Ambiental: se aprovado, causará grande impacto ao ambiente natural da região: formarão uma barreira artificial impedindo a passagem dos ventos para a cidade e da luz do sol para a vizinhança, aumento da produção de esgoto cloacal que na região é ligado ao pluvial.

2 - Questão Urbanística: problemas de trânsito pela Av. Padre Cacique, que já terá aumento de fluxo de automóveis pela inauguração do Barra Shopping Sul.

3 - Vocação da Orla: lazer e recreação é a vocação de qualquer orla no mundo. A construção do empreendimento inviabilizaria a implantação de um grande Parque, que é um anseio da população, independente de classe social. A Orla do Guaíba pertence a toda população da cidade.

4 - Questão Ética e Legal: o empreendedor quando adquiriu o terreno em leilão, pagou um valor mais baixo por estar impedida por lei municipal a construção de prédios residenciais na área. Agora quer que se mude a lei para auferir maiores lucros. Caso a lei seja alterada, o município estará sendo irresponsável com as pessoas que morarão ali!

Depois de 20 anos de luta, a Orla do Guaíba, o mais nobre, valioso e cobiçado patrimônio público de Porto Alegre, continua ameaçada pelos poderes Executivo e Legislativo municipais, a serviço dos interesses dos setores imobiliário e da construção civil.

Precisamos coletar CINCO MIL assinaturas para que nosso voto tenha força de lei e esta área seja definitivamente reservada aos Parques Públicos de Porto Alegre e área de preservação ambiental.
ASSINE AGORA!!!
CONTRIBUA PARA UMA PORTO ALEGRE MELHOR!!!

2 comentários:

  1. Por que construir um complexo arquitetônico semelhante ao que há em grandes e prósperas cidades se pode-se manter um estaleiro falido, em ruínas engolidas pelo matagal que serve apenas de abrigo para mendigos?
    Que progresso, hein. Graças à idéias como essa que o RS parou no tempo.

    ResponderExcluir
  2. Fico impressionado com a turma dos que não podem ter e por isso não deixam os outros terem. Vai arrumar alguma coisa pra fazer o desocupado! Quer o quê? Que a porcaria daquele terreno seja um grande criatório de mosquio da dengue? O cabecinha subdesenvolvida!

    ResponderExcluir