sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Melo acusa "judicialização" do debate sobre o Pontal

O presidente da Câmara de Vereadores de Poa, Sebastião Melo (PMDB), usou a tribuna na sessão da última quinta-feira (16/10) para se pronunciar sobre a concessão de liminar que suspendeu a votação do projeto que altera a legislação ambiental do município para favorecer interesses do setor imobiliário e da construção civil.

"Admito que fiquei muito incomodado com essa atitude antidemodrática, pois há espaço para o diálogo. Judicializar este debate é um equívoco", comentou o vereador.
O presidente da Câmara lembrou que vereadores petistas apontavam vício de origem no projeto. "Enviei, então, para análise da Produradoria da Casa, que deu parecer favorável à legitimidade na matéria", disse. Numa segunda ocasião, foi negada diligência a recurso do PT na Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab) da Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário