quinta-feira, 26 de março de 2009

Suspeitas em contrato da coleta de lixo em Porto Alegre


Anteontem (24/3), o Ministério Público de Contas (MPC) solicitou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) investigação sobre uma licitação para o transporte de lixo doméstico comum, vencida pelo grupo paulista Júlio Simões Logística S.A., com a Prefeitura de Porto Alegre. O contrato, válido por 12 meses, prevê pagamento de R$ 28,13 por tonelada transportada.

Entre as dúvidas levantadas está a participação de um representante que não possuía procuração da empresa, o aumento em 20,47% no preço da tonelada, comparado ao valor executado pela prestadora anterior, e uma diferença de 2km entre a distância da estação ao aterro, apresentada pelo município, e a que serviria de base para a cobrança da empresa.

Leia mais no blog Celeuma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário