quarta-feira, 25 de março de 2009

Lacaios da mídia corporativa guasca desafiam liberdade de expressão e opinião na internet

Esta postagem é feita em solidariedade ao jornalista e Professor da Fabico, Wladymir Ungaretti, e aos integrantes do blog A Nova Corja, que respondem processos na Justiça movidos por servidores da mídia corporativa guasca.

Uma decisão judicial em primeira instância determinou que Ungaretti retire do ar todas as referências e críticas que mantém no blog e na revista eletrônica Ponto de Vista (clique aqui para ler a última postagem do Professor) ao jornalista e fotógrafo do Grupo RBS, Ronaldo Bernardi, conhecido no meio profissional como Fotonaldo. No sítio censurado pela Justiça, Ungaretti analisa diversas fotos de Bernardi, mostrando de que maneira suas imagens são armadas: a tradicional “cascata”, em termos jornalísticos. O Judiciário deu cinco dias para o conteúdo ser retirado do ar. Em virtude da ação, Ungaretti preferiu suspender temporariamente o trabalho jornalístico que mantém há nove anos na internet. O Professor vai recorrer da decisão.

Já no caso do A Nova Corja, integrantes e ex-integrantes do blog estão sendo processados pelo jornalista Felipe Vieira, âncora do jornalismo da Band RS. No processo, o autor da ação detalha os constrangimentos que estaria sofrendo por causa de postagens publicadas há quase um ano no blog. A queixa-crime por injúria e difamação é dirigida contra Rodrigo Oliveira Alvares, Leandro Demori, Walter Valdevino Oliveira Silva, Mário Camera e Jones Rossi.

Como se vê, o exercício da liberdade de expressão e opinião é que vem sofrendo constrangimentos aqui no nosso pago pampeano. A decisão judicial de CENSURAR o material publicado pelo Prof. Ungaretti mostra claramente de que lado nossa Justiça está nesse tipo de questão: age como fiel defensora dos interesses hegemônicos da mídia corporativa. Espero que a apelação do Professor tenha resultado, e que ele possa reestabelecer suas atividades no Ponto de Vista, importante espaço de reflexão e questionamento crítico sobre a profissão jornalística.

Quanto ao processo movido contra os rapazes do A Nova Corja, torço para que o resultado seja o mesmo obtido pelo jornalista e escroque direitista Polibio Braga, quando este também acionou judicialmente integrantes do irreverente blog sobre política estadual: o processo foi REJEITADO pela Justiça sob a alegação de inépcia (característica da petição inicial, denúncia ou queixa que, por não atender às exigências legais ou por ser contraditória, é rejeitada pelo juiz, não produzindo os efeitos previstos). Polibio foi condenado a pagar as custas processuais (R$ 950,00) e R$ 500,00 em honorários (ainda não pagou).

Com informações do Jornal Já.

3 comentários:

  1. A ditadura se foi mas seus fantasmas ainda nos assombram!

    ResponderExcluir
  2. Cara, te prometo que ainda escrevo um resposta mais elaborada sobre o post.

    Mesmo não sendo estudante de nenhuma de jornalismo ou comunicação, tenho muito admiração pelo Ungaretti.

    Te parabenizo não só por que tomou as dores de uma briga ingrata, mas tomou de maneira talentosa. O texto é um primor, livre de qualquer amarra imbecil/capitalista, seguindo assim tu NUNCA VAIS TRABALHAR NA RBS, hehehhe.

    Mas de verdade, o nível do blog pouco a pouco tem que subir, um computador na frente de qualquer um e com a certeza de contato real com aquele que acabou de escrever tudo recém lido? É genial.

    O blog tem isso no lado dele, tu podes anunciar o 11 de setembro e conversar de forma intimista sobre o assunto. Nos outros meios um telejornal pra 50 milhões de " Homer Simpsons " não é possível que assim seja.

    De novo cara, parabéns.

    ResponderExcluir